X Gray

Gregor foi para casa do morto para falar com seu filho a fim de descobrir algumas informações.

Quando chegou viu a porta aberta e Gray sentado na porta olhando para frente, paralisado. Gregor pergunta:

- O que houve?

- O assassinato de meu pai, a morte de minha mãe... Eu sou orfão agora... - Responde choramingando Gray.

- Não se preocupe, vim aqui para fazer algumas perguntas sobre o dia do assassinato, ok?

- A vontade! O máximo que puder ajudar eu o farei! Quero saber quem foi o desgraçado que fez isto! - Diz ele com um animo que veio de sua raiva.

- Ok. Na hora do assassinato você estava aonde?

- Eu estava no bar com meus amigos.

- Você ficou lá até que hora?

- Até quando a senhorita Glum, a nossa empregada, veio me chamar para falar o que aconteceu, pode confirmar é um alibi convinsente.

- Ok, não vou discutir sobre alibis, eu quero saber se você não percebeu nada nos dias anteriores ou até mesmo nesse dia.

- Sim, eu percebi sim. Eu vi um vulto andando pelo nosso jardim, pois o bar fica na mesma rua da nossa casa. Pensei que fosse a empregada, mas não poderia ser pois ela estava na sua casa e iria jantar com meu pai as 9 horas daquele dia. O alibi dela pode ser confirmado com o irmão dela que mora com ela.

- Interessante... Então o assassinato aconteceu antes das 9 horas...

- E depois das 8 horas pois foi quando eu sai para o bar.

- Muito obrigado senhor.

The End

0 comments about this story Feed