IV A Cena do Crime

A médica Clara estava no escritório da casa de Josh, quando Gregor chegou.

Ela mostrou algumas conclusões sobre o que aconteceu:

Ele morreu por causa de uma facada mortal na nuca. O assassino deixou poucos vestígios, apenas marcas de sangueem forma de sola de sapato comum. Clara diz:

-Estranha esta marca de sapato de couro... Isto significa que o assassino era um homem comum.

-Será?- Indagou Gregor.

-O que você acha?

-Muito cedo para tirar conclusões...

Ele entrevistaram a faxineira que encontrou o corpo.

Ela diz que a porta estava fechada e trancada para fora, ou seja, quem quisesse, podia entrar mas não pode sair. A janela estava fechada porém não estava trancada. O assassino teria dois jeitos de entrar lá, pela porta da frente e destrancar a janela e sair, ou entrar pela janela mesmo, pois não há como saber se esta estava trancada ou não, e sair por ela mesma. Uma coisa era certa, ele usou a janela. pois havia marcasde terra em forma de sola de sapato lá.

Seria praticamente impossível entra pela porta da frente pois a casa tem um corredor que dá na porta onde foi encontrado o corpo. Neste corredor há várias portas que dão nos quartos do filho, da faxineira, na sala de estar e na cozinha. Se fosse por essa porta, que o assassino entrou, ele teria de ser alguém da casa.

O perito em armas chegou e veio falar com os outros amigos.

Ele falou que aquela abertura na cabeça do morto teria de ser causada por uma lamina boa.

Ele falou que teria de analizar as imagens pintadas por um pintor contratado por ele. Era uma mania de Bland ter a imagem de todos os crimes que ele participou para resolver.

Após isto Gregor saiu da casa e deixou seus amigos investigando.

The End

0 comments about this story Feed