A História de Frank

Tarde quente, tipicamente paulistana, ainda mais numa selva de prédios e concreto que enfeitam a paisagem da cidade.Ele caminha entre os passantes, vestido sobriamente com um terno azul marinho e uma pasta de couro sob o braço, seu nome é Frank, paulista como os pais, mas de sangue italiano como seus avós.

Frank tem 20 anos, um rosto belo, de feições normais, nem alto nem baixo, olhos castanhos intrigantes e um corpo relativamente forte.Trabalha como corretor na Bolsa de Valores, emprego que conseguiu graças ao curso de Economia que fez com sucesso.Diferente da maioria dos brasileiros não gosta de futebol, o que faz com que seja ridicularizado pelos colegas no serviço

- Você é um cara estranho, Frank - diz Carlos com voz  zombeteira - não torce pra nenhum time? Como pode?

- Ora, eu não gosto e pronto! - responde Frank

- O que curte então?

- Prefiro basquete da NBA

Todos que estão na sala riem em voz alta.Frank, visivelmente irritado deixa a sala batendo a porta com força ao sair.

- Se tão pensando que vão me fazer de palhaço, eles vão ver- pensou Frank, socando o ar com raiva

The End

0 comments about this story Feed